1/7

Últimas Notícias:

O que vai passar a

seguir na NRC?

Video (Homilia) na

Eucaristia da Semana

_blog_aquieagora_06052021.jpg

Publicado também no Twitter e FaceBook da Net Rádio Católica

Por ocasião das comemorações do ’25 de abril’ contou-se aquilo que tinha sido guardado como uma espécie de mito do ‘cravo vermelho’ associado àquela revolução. Foram novamente reproduzidas umas declarações daquele que é considerado o executor da peleja.


Aquando da manhã da revolução, passando pelo Rossio (Lisboa), eram distribuídas flores – sobretudo cravos sobrantes do aniversário de um restaurante nas redondezas – de várias cores, entre os quais vermelhos. Só estes foram destacados pelas fotografias da comunicação social, por haver nessa coloração alguma afinidade, dizem, com a esquerda.

Este breve depoimento foi relembrado num programa televisivo há dias, reproduzindo as declarações do guia-militar no terreno… Embora se tenha ouvido isso de viva voz, ainda houve quem quisesse considerar que tal não era tão credível como as estórias que nos têm vindo a impingir… neste quase meio século!

A difusão do cravo vermelho no cano da espingarda teve, segundo histórias desencantadas na memória, na receção aos carros de combate no mesmo local do episódio referido, pois, uma senhora não tendo um cigarro, pedido pelo soldado na chaimite, deu-lhe o que tinha: flores, que ela foi distribuindo pelos restantes militares, imitadores do primeiro e que colocaram a flor nas armas…E, se a senhora, de facto, fumasse?   

À vista desta explicação-narrativa poderemos considerar que a ‘revolução de abril de 74’ – efetiva e afetivamente – aloja vários arquétipos – inventados, cultivados ou explorados – a cuja sombra se acolhem conotações nem sempre abonatórias daqueles que delas se apropriaram, ontem e também hoje.

A quem interessa continuar a laborar nesta mentira e com estas patranhas? A quem serve uma tal comunicação social com tiques de não-independência, hoje como ontem? Por que se cultiva esta censura de factos e de situações, maquilhando-os com os mesmos retoques anteriormente contestados?

 = Brevemente celebraremos o ‘dia mundial das comunicações sociais’ (16 de maio). O tema deste 55.º dia mundial é: ‘vem e verás’ (Jo 1, 46). Comunicar encontrando as pessoas onde estão e como são’.

«Numerosas realidades do planeta – e mais ainda neste tempo de pandemia – dirigem ao mundo da comunicação um convite a «ir e ver». Há o risco de narrar a pandemia ou qualquer outra crise só com os olhos do mundo mais rico, de manter uma «dupla contabilidade». Por exemplo, na questão das vacinas e dos cuidados médicos em geral, pensemos no risco de exclusão que correm as pessoas mais indigentes. (...) Na (...)

caminho de emaus_logo.jpg

Publicado também no Twitter e FaceBook da Net Rádio Católica

Nesta edição do Programa Caminho de Emaús, por ser o Dia Mundial da Dança, falamos com um bailarino profissional. Um programa muito interessante e que não poderá perder! No espaço de opinião tems hoje a Cláudia Sebastião, que nos vem falar sobre "AS MÃES E OS PAIS MUDAM O MUNDO E A ESCOLA". E, em "Meditar a Palavra" vamos reflectir sobre as leituras do V Domingo da Páscoa com a Aida Brito.

para ouvir o podcast, clique aqui

Liturgia do Dia:
Aniversariante do Dia:
_20210416PHT02222-cl.jpg

Publicado também no Twitter e FaceBook da Net Rádio Católica

Iniciativa começa a 9 de maio, dia do continente

Bruxelas, 07 mai 2021 (Ecclesia) – A Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia (COMECE), e a Conferência das Igrejas Europeias (CEC) saudaram hoje, em comunicado conjunto, o lançamento da Conferência sobre o Futuro da Europa, que se inicia este domingo, dia do continente.

“Saudamos a Conferência como uma iniciativa para envolver todos os cidadãos europeus, a sociedade civil, bem como as igrejas e comunidades religiosas, na discussão sobre o tipo de União  (...)

«Se os frutos são fracos, é sinal de que os ramos podem estar quase secos! De que os ramos que somos nós, podem estar enfraquecidos»

Pe. Sílvio Couto na Homilia da Eucaristia no V Domingo da Páscoa - Ano B

(clique aqui, para aceder à versão legendada)

 

amanhecer.jpg

Clique aqui

Vésperas

Completas